Saiba como fazer CPF de criança e solicite o documento para o seu filho

Fazer o CPF da criança é importante para a contratação de um plano de saúde. Foto: Pixabay

Saiba como fazer CPF de criança e solicite o documento para o seu filho

Talvez você não saiba, mas não há limite de idade para se inscrever no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Dessa forma, há como fazer CPF de criança, incluindo recém-nascidos. Saiba como cadastrar seu filho e acompanhar o processo de solicitação do documento.

Como fazer CPF de criança

Ainda que seja possível solicitar o documento em diversos órgãos, não há como fazer CPF de criança em todos eles. O único local autorizado é os Correios, por meio de suas agências, com um custo de R$ 5,70.

Para os menores de 16 anos, a solicitação deve ser realizada pelos pais, tutores, curadores ou responsáveis pela guarda judicial. Não há como fazer CPF de criança sem uma pessoa legalmente autorizada. É preciso levar a Certidão de Nascimento do menor ou outro documento que comprove naturalidade, filiação e data de nascimento.

Já o solicitante precisa apresentar um documento com foto que ateste a sua responsabilidade sobre a criança. Qualquer pessoa que encaminhe o pedido receberá, na hora, um comprovante com um código de atendimento.

Fazer o CPF da criança é importante para a contratação de um plano de saúde. Foto: Pixabay

Acompanhe o andamento do CPF da criança

Com o número do comprovante, é possível acompanhar pela internet a situação do pedido e também obter o número do CPF.

Quando verificado algum erro, como dados incorretos, é preciso solicitar uma correção para evitar problemas mais tarde. Em uma prazo de 90 dias – a contar da data da solicitação do documento – a retificação pode ser solicitada gratuitamente. Passado esse período, há um custo.

número de CPF é único. Isso significa que, uma vez emitido, o cidadão terá esse número de forma permanente, pois não pode ser emitido mais de um cadastro para a mesma pessoa.

É importante guardar a numeração do CPF ou inseri-la em outros documentos, se antecipando a eventuais perdas. Quando extraviado, pode ser emitida uma segunda via, porém com o mesmo cadastro.

Há situações em que as crianças precisam do número do CPF. Na contratação de um plano de saúde – ou inclusão de um menor – é obrigatório ter o documento, devido a uma resolução da Agência Nacional de Saúde.

O documento também é necessário para consultar gratuitamente junto ao Sistema Único de Saúde (SUS), uma vez que Cartão SUS é confeccionado com base no CPF. A falta deste cartão pode dificultar o atendimento na rede pública de saúde.