Cirurgia plástica depois da gravidez

Cirurgia plástica depois da gravidez

Cirurgia plástica depois da gravidez

A cirurgia plástica depois da gravidez é uma possibilidade válida, porém deve ser muito bem estudado e avaliado por um especialista o grau de necessidade de uma mulher para passar por uma intervenção do tipo. Calculando com responsabilidade o custo e o beneficio.

Durante e depois da gravidez o corpo e a mente passam por profundas modificações. Os seios podem ficar caídos, o abdome, costas e quadris podem sofrer acúmulo de gordura, flacidez e ainda podem surgir as terríveis estrias. A mulher está também muito mais sensível e muitas com tendência se deprimir.

É comum que algumas mulheres queiram recorrer à plástica pouco tempo após o parto, mas o ideal é que só se realize uma cirurgia, no mínimo, entre 8 e 12 meses do nascimento do bebê. Isso porque depois do parto o corpo passa por importantes alterações hormonais e adaptações orgânicas, principalmente por conta da amamentação.

Mesmo depois desse período, a mulher só deve se submeter a uma cirurgia plástica se estiver em boas condições físicas e com o peso próximo do ideal. A lipoaspiração pode ser a melhor técnica para remodelar o corpo, e enxugar as gordurinhas localizadas no abdome, costas e coxas. Já nos casos de flacidez, o procedimento mais indicado é a abdominoplastia.

A correção das mamas também está entre os procedimentos de cirurgia plástica pós-parto mais comuns. Além da finalidade de corrigir e levantar os seios, há mulheres que procuram os cirurgiões para fazer implantes de silicone. Em todos os casos é essencial que o cirurgião plástico analise a condição da paciente para decidir o tipo de cirurgia mais adequado para que os resultados sejam satisfatórios.

Gravidez corpo mudanças, gravidez cirurgia plástica, cirurgia plástica após a gravidez, cirurgia plástica corrigir forma, aumento de peso gravidez,cirurgia seios gravidez, lipoaspiração após a gravidez

A cirurgia plástica depois da gravidez é uma possibilidade válida, porém deve ser muito bem estudado e avaliado por um especialista o grau de necessidade de uma mulher para passar por uma intervenção do tipo. Calculando com responsabilidade o custo e o benefício.

Durante e depois da gravidez o corpo e a mente passam por profundas modificações. Os seios podem ficar caídos, o abdome, costas e quadris podem sofrer acúmulo de gordura, flacidez e ainda podem surgir as terríveis estrias. A mulher está também muito mais sensível e muitas com tendência se deprimir.

É comum que algumas mulheres queiram recorrer à plástica pouco tempo após o parto, mas o ideal é que só se realize uma cirurgia, no mínimo, entre 8 e 12 meses do nascimento do bebê. Isso porque depois do parto o corpo passa por importantes alterações hormonais e adaptações orgânicas, principalmente por conta da amamentação.

Mesmo depois desse período, a mulher deve se submeter a uma cirurgia plástica se estiver em boas condições físicas e com o peso próximo do ideal. A lipoaspiração pode ser a melhor técnica para remodelar o corpo, e enxugar as gordurinhas localizadas no abdome, costas e coxas. Já nos casos de flacidez, o procedimento mais indicado é a abdominoplastia.

A correção das mamas também está entre os procedimentos de cirurgia plástica pós-parto mais comuns. Além da finalidade de corrigir e levantar os seios, há mulheres que procuram os cirurgiões para fazer implantes de silicone. Em todos os casos é essencial que o cirurgião plástico analise a condição da paciente para decidir o tipo de cirurgia mais adequado para que os resultados sejam satisfatórios.

Uma cirurgia que pode ser muito importante para melhorar a estima da mamãe é a chamada cirurgia intima para a redução do afrouxamento na área intima da mulher, o que pode ser muito incomodo nas relações sexuais, esse problema pode ocorrer em mulheres que passaram por partos naturais.